Filtro Solar Oral: isso existe???!!!

Todo mundo está cada vez mais consciente dos riscos de se expor ao sol sem proteção adequada.

E a maioria das pessoas já se protege, pelo menos na praia ou na piscina.

Mas quem já teve ou tem risco de câncer de pele, ou tem a pele muito branquinha, ou doenças causadas pelo sol ou mesmo manchas e melasma, precisa de um cuidado extra.

E quem tem preguiça ou não tem disciplina de passar o filtro solar corretamente? Tomar uma pílula seria bem mais prático…

Sendo assim, o filtro solar não é assunto recente nas mídias e na net.

Mas será que existe? Será que funciona?

Filtro solar oral parece bom de mais para ser verdade, né? De certa forma, ele é.

Existem várias substâncias aclamadas por ter poder de filtro solar “comestível”:

  • Betacaroteno
  • vitamina C e E
  • pycnogenol
  • oli-ola
  • polipodium leucotomus
  • goji berry
  • etc

A maioria, se não todos, funciona como antioxidantes. Como assim??

Quando os raios solares atingem a pele, são formados radicais livres. Os radicais livres causam um “estrago” das células. Isso de forma contínua promove um “defeito” que, depois de um tempo, não pode mais ser consertado.

Os antioxidantes agem neutralizando os radicais livres. Mas nenhum antioxidante oral conseguiria, em doses usuais, neutralizar todos os radicais livres que são formados.

Mas perceberam que eles agem depois que os raios solares já “entraram” na pele e já produziram a “toxina”???

Os protetores solares, por sua vez, fazem uma camada na pele que bloqueia a entrada dos raios solares. Agem neutralizando a radiação e não permitindo que o “estrago” aconteça.

Sendo assim, melhor prevenir do que remediar, certo? Certo, mas não exatamente… aff

O problema é que nenhum filtro solar protege 100%, ou seja, a proteção ou o bloqueio que ele promove é em torno de 94%. Isso significa que ele deixa passar 6% de radiação, mesmo você usando corretamente. Isso é um “defeito” de fábrica do filtro solar. Some a isso o fato que você não aplica a quantidade de filtro solar necessária (quem aplica uma colher de chá de filtro solar no rosto coloca nos comentários) e não reaplica conforme a sua dermato recomendou. Aí já era!!!!…

Mesmo usando filtro solar corretamente sua pele vai continuar manchando, envelhecendo e com risco de câncer de pele…

Então é melhor nem usar filtro solar e só tomar a cápsula?? De jeito nenhum!!!

Então qual é a solução???

Uma combinação de vários fatores e não somente os dois.

Quer se proteger do sol?

Aplique generosamente o filtro solar com FPS 30 ou mais e que tenha amplo espectro UVA e UVB, reaplique a intervalos curtos, procure por sombra nos horários de sol mais forte e, sempre que possível use roupas com fator de proteção, chapéus de aba larga e óculos com proteção UV.

E o filtro solar oral? Onde entra?

Ele entra como complemento a isso tudo. Se mesmo após você fazer tudo isso corretamente alguma radiação conseguir penetrar na pele, o antioxidante estará lá para neutralizá-la, antes de formar os radicais livres. Mas este não é um mundo perfeito, mesmo assim não chegamos aos 100%!!

Lembrando que várias destas substâncias são medicamentos, por isso antes de usá-las consulte seu dermatologista para avaliar qual a melhor para você. Ah, e não adianta colocar tudo numa cápsula, alguns antioxidantes precisam de um mínimo para fazer efeito e existe um limite do quanto cabe em uma cápsula. Por isso não adianta por de tudo que você vai acabar com uma cápsula cheia de um pouco de tudo que não faz nada, entendeu? Por isso, sempre, só tome medicação prescrita pelo seu médico.

Deixe nos comentários o assunto que vocês querem para um próximo post. Comenta também se vocês gostam de vídeos. Um beijo e até a próxima.

Dá pra engolir?

Não poderia deixar de falar nisso, porque ultimamente pra onde vou só ouço falar da tal “Pílula da beleza”.

São as famosas cápsulas Innéov. Apesar de chegarem ao Brasil somente agora, não são novidade. Já existem na Europa há 4 anos. E a idéia de beleza em cápsulas também não é nova. Quem conhece Imedeen, Viviscal, Pantogar e outras sabe do que eu estou falando.

Pra falar a verdade fico ansiosa para testá-las e saber se realmente funcionam. Mas não sei se vou fazer isto. Adoro cremes, cosméticos, perfumes e afins, mas, confesso, não curto medicamentos via oral. Me sinto doente tendo que tomar uma cápsula todos os dias, imagine duas ou quatro ou oito!!

Como assim? .

Façamos as contas:

Se toda a linha Innéov vier para o Brasil tomaremos, diariamente:

2 capsulas de Innéov Fermeté ou Firmness (para firmeza) – segundo o site pode ser por pelo menos3 meses.

2 cápsulas de Inneóv Peau Seche (hidratação) – obs.: mesmo tendo a pele com tendencia a oleosa, adorei está idéia, já pensou que maravilha, hidratar a pele sem a oleosidade dos cremes? , tambem recomendada por 3 meses, pelo menos

1 cápsula de Innéov Solaire – essa pelo menos é só durante a exposição (4 semanas antes e durante a exposição)

2 cápsulas de Innéov Masse Capillaire – essa é o ano inteiro, se tiver problema de queda de cabelos.

4 cápsulas de Innéov Cellulite – ou 2 sachês/dia nos sabor morango e pessego, por um período ideal de 3 meses.

Porque se elas realmente funcionam, vocês conseguiriam escolher uma só? Na melhor das hipóteses ficaremos o anos inteiro revezando entre um e outra.

Quem experimentar me conta!

Beijos