Filtro Solar Oral: isso existe???!!!

Todo mundo está cada vez mais consciente dos riscos de se expor ao sol sem proteção adequada.

E a maioria das pessoas já se protege, pelo menos na praia ou na piscina.

Mas quem já teve ou tem risco de câncer de pele, ou tem a pele muito branquinha, ou doenças causadas pelo sol ou mesmo manchas e melasma, precisa de um cuidado extra.

E quem tem preguiça ou não tem disciplina de passar o filtro solar corretamente? Tomar uma pílula seria bem mais prático…

Sendo assim, o filtro solar não é assunto recente nas mídias e na net.

Mas será que existe? Será que funciona?

Filtro solar oral parece bom de mais para ser verdade, né? De certa forma, ele é.

Existem várias substâncias aclamadas por ter poder de filtro solar “comestível”:

  • Betacaroteno
  • vitamina C e E
  • pycnogenol
  • oli-ola
  • polipodium leucotomus
  • goji berry
  • etc

A maioria, se não todos, funciona como antioxidantes. Como assim??

Quando os raios solares atingem a pele, são formados radicais livres. Os radicais livres causam um “estrago” das células. Isso de forma contínua promove um “defeito” que, depois de um tempo, não pode mais ser consertado.

Os antioxidantes agem neutralizando os radicais livres. Mas nenhum antioxidante oral conseguiria, em doses usuais, neutralizar todos os radicais livres que são formados.

Mas perceberam que eles agem depois que os raios solares já “entraram” na pele e já produziram a “toxina”???

Os protetores solares, por sua vez, fazem uma camada na pele que bloqueia a entrada dos raios solares. Agem neutralizando a radiação e não permitindo que o “estrago” aconteça.

Sendo assim, melhor prevenir do que remediar, certo? Certo, mas não exatamente… aff

O problema é que nenhum filtro solar protege 100%, ou seja, a proteção ou o bloqueio que ele promove é em torno de 94%. Isso significa que ele deixa passar 6% de radiação, mesmo você usando corretamente. Isso é um “defeito” de fábrica do filtro solar. Some a isso o fato que você não aplica a quantidade de filtro solar necessária (quem aplica uma colher de chá de filtro solar no rosto coloca nos comentários) e não reaplica conforme a sua dermato recomendou. Aí já era!!!!…

Mesmo usando filtro solar corretamente sua pele vai continuar manchando, envelhecendo e com risco de câncer de pele…

Então é melhor nem usar filtro solar e só tomar a cápsula?? De jeito nenhum!!!

Então qual é a solução???

Uma combinação de vários fatores e não somente os dois.

Quer se proteger do sol?

Aplique generosamente o filtro solar com FPS 30 ou mais e que tenha amplo espectro UVA e UVB, reaplique a intervalos curtos, procure por sombra nos horários de sol mais forte e, sempre que possível use roupas com fator de proteção, chapéus de aba larga e óculos com proteção UV.

E o filtro solar oral? Onde entra?

Ele entra como complemento a isso tudo. Se mesmo após você fazer tudo isso corretamente alguma radiação conseguir penetrar na pele, o antioxidante estará lá para neutralizá-la, antes de formar os radicais livres. Mas este não é um mundo perfeito, mesmo assim não chegamos aos 100%!!

Lembrando que várias destas substâncias são medicamentos, por isso antes de usá-las consulte seu dermatologista para avaliar qual a melhor para você. Ah, e não adianta colocar tudo numa cápsula, alguns antioxidantes precisam de um mínimo para fazer efeito e existe um limite do quanto cabe em uma cápsula. Por isso não adianta por de tudo que você vai acabar com uma cápsula cheia de um pouco de tudo que não faz nada, entendeu? Por isso, sempre, só tome medicação prescrita pelo seu médico.

Deixe nos comentários o assunto que vocês querem para um próximo post. Comenta também se vocês gostam de vídeos. Um beijo e até a próxima.

Qual protetor solar é mais indicado para sua pele ou a importância da proteção UVA

sunOuço essa pergunta em grande parte das consultas. Quase sempre acompanhado de …” que não seja muito caro?”

Hoje o que eu mais olho na prescrição de um protetor solar é a sua proteção contra os raios ultravioleta A (UVA).

Quase todo mundo baseia sua decisão de compra, além do preço e da cosmética do produto (cheiro, oleosidade, etc), no FPS (fator de proteção solar), aquele número que vem impresso bem grande na embalagem, por exemplo Sundown FPS 50.

Este número significa a proteção contra radiação ultravioleta B (UVB), que é principal responsável pela queimadura solar (vermelhidão e ardor).

Então quanto maior o FPS teoricamente mais tempo você pode ficar ao sol, sem ficar vermelho e ardendo.

Mas, na prática, um protetor FPS 60 não confere o dobro de proteção de um protetor FPS 30. Qualquer um dos dois deve ser reaplicado em intervalos de aproximadamente 4 horas (está é minha recomendação para o uso no dia-a-dia, como nosso sol é de rachar, na praia ou piscina, eu recomendo  a cada 2 horas).

Abre parênteses

Assim, compensa comprar um protetor com FPS > 30?

Sim, porque não aplicamos o protetor na quantidade adequada. Existem estudos que mostram que uma camada fina de protetor reduz o FPS para 1/3 do valor original. Neste caso, o FPS 30 vira 10 e o FPS 60 vira 20 e o FPs 90 vira 30. Mas voce pode resolver isto aplicando uma camadinha mais grossinha.

Fecha parênteses

Mas estudos recentes mostraram que a UVA é tão ou mais nociva que a UVB, causando câncer e envelhecimento. Quer dizer, um bom filtro solar deve conferir alta proteção contra UVA  e UVB.

Mas se você olhar o rótulo de todos (ou pelo menos a maioria) lá estará escrito “proteção UVB/UVA”.

O problema é que grande parte dos produtos existentes no mercado tem uma proteção UVA de curta duração. Porque a maioria dos filtros UVA, por ironia,  se inativam quanto expostos ao sol (fotoinstáveis), alguns em minutos, e isto não vem escrito no rótulo.

Quando voce usa um protetor FPS 50, por exemplo, voce consegue ficar ao sol até umas 4 horas, sem ficar vermelho ou ardendo. Mas se neste periodo voce não reaplicou o filtro, pode ter ficado umas 3 horas recebendo radiação UVA, ou seja, envelhecendo sua pele, manchando e aumentando seu risco de câncer de pele!

O que fazer então?

Consultar seu dermatologista, é claro!!!

Ele vai te indicar um filtro com adequado proteção UVA.  Pode ser que não seja tão “sequinho” como você gostaria, mas pode ter certeza que é o mais adequado.

Basicamente, os filtros UVA de longa duração são o Tinosorb S  e M (proteção UVA e UVB de longa duração – o fabricante Ciba, cita …”horas”) presente em protetores como o Eucerin, os da Roc, linha Sunmax, Episol (?), por exemplo.

E o Mexoryl (UVA de longa duração, segundo o fabricante L’Oreal mais de 90% de proteção após 24hs (!)), presente nos filtros da Loreal e da La Roche Posay – Linha Anthelios.

Nossa, como sempre, mais um post enorme.

Com certeza voltaremos a falar mais sobre isto.

Beijos

Kit anti-rugas básico…

Pra quem anda mal do bolso mas quer preservar a pele e não quer rugas nem de preocupação vai uma dica que fica bem baratinha.
Mas atenção, é o básico do básico do básico…

Simples:

Protetor solar – já que o que envelhece a pele é o sol (muito mais que o tempo e a idade) – escolha o seu aqui, e

 

Sunglasses – para evitar rugas de expressão na área dos olhos e testa (principalmente se a dureza chegar ao ponto de andar a pé, o que é ótimo pra saúde, diga-se de passagem, mas não tem nada a ver com nosso post. hahaha).

 

Beijos e acreditem no meu conselho, usem filtro solar…