Decida-se: "pelo" não!

Eu considero a depilação a laser um verdadeiro “gol” da medicina e tecnologia!

Vou explicar como funciona de um jeito bem “tosco”, mas, espero, que fique fácil de entender.

Laser, como voces sabem, é uma luz. A luz branca que vemos do sol é uma mistura de todas as cores. Imaginem que o laser para depilação emite uma luz bem forte (o LASER), mas para acertar o pelo nós colocamos um filtro, que deixaria passar somente a luz de cor escura, bem próxima a cor do pelo.

Ao encontrar o pelo bem escuro, toda a força (energia, poder) dessa luz seria liberada para o pelo, de uma só vez. Como essa energia é muito grande, o pelo acaba “explodindo”. 

Com essa explicação bobinha, dá pra voces entenderem duas coisinhas:

1) Porque raspamos o pelo antes de aplicar o laser: qundo a nossa luz superpoderosa chega a superficie da pele não encontra nada, somente a pontinha do pelo que está dentro da pele. Como ele é pretinho a luz entra por ele, percorre toda aquela haste de pelo que está dentro da pele (agora sim tudo pretinho) e libera sua energia, destruindo o pelo e a raiz do pelo que está bem lá no fundo. E esta é a parte importante, pois é isto que vai tornar a depilação definitiva, a destruição da raiz.

2) O laser é muito mais eficiente no pelo bem grosso, bem preto e na pele bem branca. Combinou estas 3 coisas, praticamente sucesso garantido. Quanto mais claro e fino o pelo, mais sessões, mesmo com um aparelho ótimo e um excelente aplicador. Pelo grosso e escuro em pele morena, dá bom resultado, mas talvez mais demorado, por que a cor da pele “rouba” um pouco da energia. Resultado: menor destruição do pelo e maior risco de “destruição” da pele.

No próximo post vou falar de aparelhos, de forma bem genérica. Se quiserem colocar aqui suas dúvidas sobre o tratamento e sobre aparelhos fica mais legal.

Beijos

Booking.com