Qual protetor solar é mais indicado para sua pele ou a importância da proteção UVA

sunOuço essa pergunta em grande parte das consultas. Quase sempre acompanhado de …” que não seja muito caro?”

Hoje o que eu mais olho na prescrição de um protetor solar é a sua proteção contra os raios ultravioleta A (UVA).

Quase todo mundo baseia sua decisão de compra, além do preço e da cosmética do produto (cheiro, oleosidade, etc), no FPS (fator de proteção solar), aquele número que vem impresso bem grande na embalagem, por exemplo Sundown FPS 50.

Este número significa a proteção contra radiação ultravioleta B (UVB), que é principal responsável pela queimadura solar (vermelhidão e ardor).

Então quanto maior o FPS teoricamente mais tempo você pode ficar ao sol, sem ficar vermelho e ardendo.

Mas, na prática, um protetor FPS 60 não confere o dobro de proteção de um protetor FPS 30. Qualquer um dos dois deve ser reaplicado em intervalos de aproximadamente 4 horas (está é minha recomendação para o uso no dia-a-dia, como nosso sol é de rachar, na praia ou piscina, eu recomendo  a cada 2 horas).

Abre parênteses

Assim, compensa comprar um protetor com FPS > 30?

Sim, porque não aplicamos o protetor na quantidade adequada. Existem estudos que mostram que uma camada fina de protetor reduz o FPS para 1/3 do valor original. Neste caso, o FPS 30 vira 10 e o FPS 60 vira 20 e o FPs 90 vira 30. Mas voce pode resolver isto aplicando uma camadinha mais grossinha.

Fecha parênteses

Mas estudos recentes mostraram que a UVA é tão ou mais nociva que a UVB, causando câncer e envelhecimento. Quer dizer, um bom filtro solar deve conferir alta proteção contra UVA  e UVB.

Mas se você olhar o rótulo de todos (ou pelo menos a maioria) lá estará escrito “proteção UVB/UVA”.

O problema é que grande parte dos produtos existentes no mercado tem uma proteção UVA de curta duração. Porque a maioria dos filtros UVA, por ironia,  se inativam quanto expostos ao sol (fotoinstáveis), alguns em minutos, e isto não vem escrito no rótulo.

Quando voce usa um protetor FPS 50, por exemplo, voce consegue ficar ao sol até umas 4 horas, sem ficar vermelho ou ardendo. Mas se neste periodo voce não reaplicou o filtro, pode ter ficado umas 3 horas recebendo radiação UVA, ou seja, envelhecendo sua pele, manchando e aumentando seu risco de câncer de pele!

O que fazer então?

Consultar seu dermatologista, é claro!!!

Ele vai te indicar um filtro com adequado proteção UVA.  Pode ser que não seja tão “sequinho” como você gostaria, mas pode ter certeza que é o mais adequado.

Basicamente, os filtros UVA de longa duração são o Tinosorb S  e M (proteção UVA e UVB de longa duração – o fabricante Ciba, cita …”horas”) presente em protetores como o Eucerin, os da Roc, linha Sunmax, Episol (?), por exemplo.

E o Mexoryl (UVA de longa duração, segundo o fabricante L’Oreal mais de 90% de proteção após 24hs (!)), presente nos filtros da Loreal e da La Roche Posay – Linha Anthelios.

Nossa, como sempre, mais um post enorme.

Com certeza voltaremos a falar mais sobre isto.

Beijos

À base de filtro solar

Todo mundo já ouviu falar em filtro solar cor de base. Alguns até já experimentaram, uns gostaram e outros, não. Mas quem nunca usou sempre fica em dúvida, com medo de comprar e não dar certo.

Não dá pra eu dizer o que dá certo pra todo mundo, mas vou falar um pouquinho dos filtros tintos que já usei, talvez ajude quem está na dúvida se compra ou não.

**Obs.: este post é bem opinião pessoal mesmo. Nem sempre o que dá certo e errado pra mim, é regra. Faça de conta que eu não sou dermatologista, que eu sou a sua vizinha dando palpite na sua vida…

Pra começar devo esclarecer que tenho a pele bem clara, cabelos e olhos castanhos e não tenho sardas (só para voces terem noção do meu tom de pele, pois isto faz muita diferença)

Desvantagens de TODOS:

– não tem opções de cor

– são todos oleosos, uns mais, outros menos. Não acho uma boa opção para pele oleosa ou com acne.

Sunmax Colorbase FPS 30 – estou usando este atualmente. Até dispensei a base (foundation). Ele fica legal pra pele clara, quem é mais morena fica meio com cara de fantasma, porque ele tem uma cobertura boa e opaca. Mas tenho mania de usar um outro filtro solar loção por baixo, pra não precisar passar muito dele, porque mesmo tendo pele branca, tenho meeeedo de fantasma… A única coisa que não gosto dele, é que fica meio com brilhinho de oleoso, principalmente após umas 2 horas, gostaria mais se ficasse mate. Para retardar esse efeito colateral uso um pózinho por cima.

Anthelios FPS 50 cor de base – excelente fator de proteção, e o melhor fator contra os raios UVA. Mas achei ele meio tranparente, como tonalizante é fraco, quase transparente. Fora que a pele fica brilhando como se estivesse oleosa. Pra quem tem pele seca deve ser ótimo, desde que a intenção seja o filtro, e não a base.

Isdin Color FPS 65 – tambem excelente fator de proteção. Também achei transparente, não tanto quanto o Anthelios, e tambem menos oleoso que o Anthelios, mas ainda um pouco oleoso. Mas para cobrir pequenas imperfeições, não sei, não….

O Isdin e o Anthelios vão bem em uma pele mais moreninha, já que são transparentes mesmo…

 Spectraban T FPS 30 – esse até minha vó usava… muito, mas muito parecido com o Sunmax (será porque são do mesmo fabricante?), mas acho ele mais irregular na cor. Tipo assim, a cor vai mudando ao longo do frasco, e se voce comprar dois frascos, é provável que não sejam da mesma cor. Fora que as vezes, nessa variação de cor, ele tende muito a ser rosado…

Photoderm Max FPS 100 Creme tinto – altissimo fator de proteção. Quem tem propensão a alergia, deve usar com cuidado, maior FPS, maior composição química. Melhor pra pele mais morena, ou se voce quiser um tom mais bronzeado, mas cuidado pra não ficar fake. No rótulo fala pele morena a negra. Também oleoso. (Voces sabiam que quanto maior o FPS, mais oleoso é o filtro solar, para um mesmo veículo?)

Heliocare Compacto Coloreado FPS 50 – apesar da embalagem parecida com pó compacto, é creme. É oleoso, tem boa cobertura e, viva!, tem imensas DUAS opções de cores (já é um avanço!!!): Light e Brown. Excelente fator de proteção, boa cobertura. Tem também a versão oil-free FPS 25 para pele oleosa, que eles não chamam de coloreado. É como se ele fosse uma base translúcida. Não é muuuuito sequinho, brilha um pouco. Tenho um na bolsa para emergencias, faz bem a função.

Existem outros, mas os que eu já usei foram estes. Depois vem um post sobre bases e pós com filtro solar, e, Sabrina, não esqueci sua dúvida, já está a caminho. Estou fazendo umas pesquisas e talvez faça uma pesquisa em loco, já que o Filtro Solar em pó da Shiseido está na minha “wish list”.

Acho que é isso. Se alguem usou algum outro, ou tem outra opinião, conta aí.

Beijos

Booking.com