Ajuda para cabelos oleosos

Olá, pessoal!

kerastase-coleosoSei que ando meio sumida, mas é muito trabalho.

Mas estou lendo sempre os comentários, muitas vezes com um pouco de atraso por isso não tenho respondido.

Mas, hoje eu vim fazer uma pergunta e espero ajuda de vocês, especificamente para quem tem cabelos oleosos, homens ou mulheres.

O que vocês costumam usar?

Vale a pena investir em produtos como Kerastase ou outras linhas caras ou é absolutamente desnessário?

Normalmente usam shampoo e condicionador ou somente o shampoo?

Conto com a ajuda de vocês (se possível coloquem alguma informação sobre o tipo de cabelo, curto ou comprido, fino ou grosso, liso, ondulado ou crespo, química ou não, brancos ou não).

Se as respostas forem bem legais, futuramente faremos um post-guia para cabelos oleosos, e podemos fazer de outros também.

Beijos e muitíssimo obrigada

Oleosos e escorridos? Não!

Quem tem cabelos oleosos sabe como é difícil terminar o dia sem aquele aspecto gorduroso. É fato: em menos de 24 horas depois da lavagem, os fios acabam ficando com uma aparência suja, murchos e engordurados.

Isto por que as glândulas sebáceas produzem mais sebo do que o normal. Esse fator, geralmente, é uma determinação genética, mas alterações hormonais aliadas ao estresse e a certos hábitos agravam a oleosidade. Se você é uma dessas pessoas, saiba como driblar o problema:
 

– evite passar as mãos nos cabelos constantemente, bem como escovar muito para não estimular a produção de sebo.

– lave-os todos os dias com água morna ou fria. A temperatura quente estimula o aumento da oleosidade. 

 – use condicionador somente nas pontas. Aplique em toda a extensão só se os fios estiverem extremamente ressecados.  Em excesso, pode provocar caspa e até queda de cabelo.

– deixe o condicionador agir o tempo recomendado na embalagem e enxágüe muito bem. Deixar um pouco de condicionador nos fios depois do último enxágüe pensando em deixá-los soltos e sedosos, na verdade tira o movimento e dá ao cabelo um look ensebado.

– o mesmo vale para os finalizadores: eles devem ser aplicados somente nas pontas e em doses mínimas.

– se optar por secar, mantenha o secador a pelo menos dois palmos da raiz, em temperatura morna ou fria.

– tome pelo menos dois litros de água diariamente para regularizar a produção sebácea.

– colorações costumam ser uma boa saída para driblar o problema. As substâncias químicas das tintas alteram a estrutura dos fios, deixando-os porosos, ligeiramente ressecados e levemente encorpados.

– xampus a seco são uma espécie de pronto-socorro para ocasiões inesperadas. Em spray, contêm microesferas que absorvem a oleosidade da raiz, perfumam e mantêm os fios macios.

Fonte: Forum Fique Linda

Escovas progressivas, inteligentes e tals…

Começando a escrever este post fico pensando, será que alguem aida tem dúvidas nisto ou sou só eu. Isto mesmo, mesmo com meu conhecimento e pesquisando um pouco na internê, ainda tô com dúvidas.

Primeiro, veio o alisamento japonês. Definitivo – só sai conforme o cabelo cresce –, deixava-o esticadinho, mas parecia um capacete (lembra do polêmico look de Fátima Bernardes, apresentadora do Jornal Nacional?) e, com muita química na fórmula, enfraquecia demais os fios. Logo depois, as escovas progressivas (com durabilidade de três a seis meses) pipocaram em todos os salões e fizeram o maior sucesso. Daí, surgiu o alerta sobre o risco do formol para a nossa saúde. E novas substâncias – guanidina, tioglicolato e hidróxido de sódio – entraram na jogada com a tarefa de alisar sem causar irritação, vermelhidão, alergia na pele e no couro cabeludo. Agora a bola da vez é a escova inteligente, sucesso entre as famosas. O método, segundo os cabeleireiros, traz algumas promessas interessantes para as mulheres que não vivem mais sem a progressiva. O principal apelo é agredir menos os fios. Mesmo assim, não dá para dizer que o cabelo, a longo prazo, não sofre danos. (Fonte: Revista Boa Forma)

Recentemente eu mesma fiz uma “escova inteligente”. Fiz só na franja, tenho os cabelos ondulados e queria uma franja ajeitada. Não conhecia o método e me foi oferecido pela cabelereira. Segundo ela sem formol, sem danos aos fios, sem riscos. Maravilha!

Para meu espanto, durante o processo senti o cheiro forte do formol (que conhecemos bem das aulas de anatomia – quem não sabe, o formol é usado para conservar os cadáveres para os estudos). Como todo mineiro, sou desconfiada, anotei o nome do produto, Agi-Max. Isso foi has uns 6 meses. Adorei o efeito, não estragou os fios de jeito nenhum, lavei no mesmo dia, no proprio estabelecimento e durou satisfatoriamente até ha pouco tempo.

Estava eu pensando em fazer novamente e resolvi dar um google no produto. Descobri reportagens sobre o produtos em revista com Claudia e Boa Forma e Capricho. Mas…descobri no site da Anvisa que a empresa tem todos os seus produtos notificados (mas não consegui descobrir porque) e um produto foi tirado de circulação por rótulo errado, algo relacionado com concentração de formol (deve ser o produto que eu usei, meu faro não me engana, heheh). Ainda sobre as “escovas inteligentes” descobri que muitas tem “fórmulas secretas” ou impossíveis de reproduzir o mesmo efeito com os componentes dos rótulos (testadas por químicos!)

Moral da história: eu penso que a novela de “escova de formol” está longe do fim. Tenha um hair stilist de confiança, para quem voce possa pelo menos pedir informações do produto, nem que seja para checar depois no google, para não correr o risco de comprar gato por lebre e colocar a saúde em risco.

E, o pior… no fim das contas não sei mais o que faço com meu cabelo (dermatologistas também têm dilemas….). Agora tenho medo de usar novamente e ter formol, ou não ter formol…e não fazer efeito, ou pior, acabar com minhas madeixas. 🙁

E voces, o que fariam?

bjos

Dá pra engolir?

Não poderia deixar de falar nisso, porque ultimamente pra onde vou só ouço falar da tal “Pílula da beleza”.

São as famosas cápsulas Innéov. Apesar de chegarem ao Brasil somente agora, não são novidade. Já existem na Europa há 4 anos. E a idéia de beleza em cápsulas também não é nova. Quem conhece Imedeen, Viviscal, Pantogar e outras sabe do que eu estou falando.

Pra falar a verdade fico ansiosa para testá-las e saber se realmente funcionam. Mas não sei se vou fazer isto. Adoro cremes, cosméticos, perfumes e afins, mas, confesso, não curto medicamentos via oral. Me sinto doente tendo que tomar uma cápsula todos os dias, imagine duas ou quatro ou oito!!

Como assim? .

Façamos as contas:

Se toda a linha Innéov vier para o Brasil tomaremos, diariamente:

2 capsulas de Innéov Fermeté ou Firmness (para firmeza) – segundo o site pode ser por pelo menos3 meses.

2 cápsulas de Inneóv Peau Seche (hidratação) – obs.: mesmo tendo a pele com tendencia a oleosa, adorei está idéia, já pensou que maravilha, hidratar a pele sem a oleosidade dos cremes? , tambem recomendada por 3 meses, pelo menos

1 cápsula de Innéov Solaire – essa pelo menos é só durante a exposição (4 semanas antes e durante a exposição)

2 cápsulas de Innéov Masse Capillaire – essa é o ano inteiro, se tiver problema de queda de cabelos.

4 cápsulas de Innéov Cellulite – ou 2 sachês/dia nos sabor morango e pessego, por um período ideal de 3 meses.

Porque se elas realmente funcionam, vocês conseguiriam escolher uma só? Na melhor das hipóteses ficaremos o anos inteiro revezando entre um e outra.

Quem experimentar me conta!

Beijos

Quero cabelão!!!!

Mudando dos pelos que queremos eliminar, para aqueles que não queremos perder de jeito nenhum!

Esse post é sobre uma curiosidade, mas que é uma queixa frequente no consultório.

 

Atendo muitas moçoilas querendo um remedinho para fazer o cabelo crescer, porque apesar de não cortarem os cabelos “há anos”, eles não passam de determinado ponto.

Essa é justamente a questão. O comprimento que nosso cabelo pode chegar é determinado, digamos, geneticamente. Nossos fios de cabelo (da cabeça) vêm programados para crescer durante um certo periodo (um, dois, tres, cinco, seis…anos). Ao chegar ao fim do seu “ciclo de vida” eles “morrem” e caem para dar lugar a fios novos. Se todos nascessem e morressem ao mesmo tempo ficariamos “carecas” periodicamente (hahaha!). Por sorte, cada um está numa fase diferente e apenas uma minoria na fase de morte e queda.

Por exemplo, suponhamos que meus fios são programados para crescer durante dois anos, e que nesse periodo ele cresce do alto da cabeça até à altura dos ombros. Esse é o comprimento máximo que vou conseguir que eles cheguem, entendem?

Então, não adianta passar loções, poções, tomar cápsulas, fazer simpatias, promessas ou o que for, se voce tem o cabela que chega até a cintura, não adianta que ele não vai chegar até o pé. E corta as pontinhas, porque é melhor mais curtinho com cara de cuidadinho, do que “cabelón” detonadão, não acham?!!

Beijos

O cabelo que cai…

Nesta época de inverno aumentam as queixas de queda de cabelo. E ouvimos cada coisa! Resolvi dividir com voces estas pérolas, para tirarmos algumas dúvidas:

O cabelereiro recomendou que parasse de lavar o cabelo, já que cai mais quando eu lavo…”

E é sempre um dilema, se o cabelo tá caindo, devo parar de lavá-lo? A resposta é não. Realmente, quando lavamos o cabelo, é que “retiramos os fios” , mas somente os fios que já cairam.

Funciona mais ou menos assim:

Imagine que perdemos, em média 100 fios de cabelos por dia (e este é o normal!), mas o fio que cai fica preso nos outros fios ou até mesmo, num rabo de cavalo ou outras presilhas (com os cabelos sujos quem vai andar com eles livres, leves e soltos?). Vamos supor que voce lave o cabelo 1 vez por semana (eca!!). Quando lavar, voce terá 700 fios para retirar da sua cabeça, que cairam a semana toda. Se voce achou que 100 era muito, imagine 700!! Estou exagerando um pouquinho, mas é quase isto que acontece.

Não quero entrar muitos em explicações teóricas, pois acho que fica chato, mas o cabelo tem um ciclo de aproximadamente 3 meses. O fio que está saindo agora para dar lugar a outro novo, já “morreu” ha 3 meses atrás (mas lembre-se que tem um novo vindo em seu lugar).

Outro mito, “a raiz do cabelo leva três dias para secar, por isso não pode lavar muito, porque ela vai apodrecer e o cabelo cair” (acreditem, já escutei isto…). Como assim? Pra molhar a raiz do cabelo, que está lá nas profundezas da pele, a gente teria que sair do banho com a cabeça inchada!!! E os nadadores, por exemplo, seriam todos carecas. Aí voce vai dizer, mas tem alguns que são… mas e as mulheres nadadoras? Que eu saiba não são…

Então, se seu cabelo está caindo, faça esta experiencia agora. Comece a lavá-lo mais frequentemente, pelo menos em dias alternados, verá que na segunda vez já estarão caindo bem menos. Ou talvez até descubra que apresentam apenas a queda normal de aproximadamente 100 fios por dia. E nada de ficar sem lavar os cabelos só para a escova e a chapinha durarem mais. Cabelo crespo e limpo é mais bonito que liso e sujo, pode ter certeza. Ou então procure algum método definitivo para acabar de vez com os cachos!!

Mesmo que tenha realmente algum problema causando a queda, deixar de lavá-los só irá piorar as coisas. Lave os cabelos e corre pro dermatologista!!!

Beijos