Qual seu tipo de pele?

 

Voces já devem ter ouvido falar dos tipos de pele, quero dizer especificamente da classificação que resulta em 16 tipos de pele diferentes. Basicamente seria o seguinte:

– SECA (Dry – D)   X   OLEOSA (oily – O)

– SENSÍVEL (S) X RESISTENTE (R)

 – PIGMENTADA (P) X NÃO PIGMENTADA (N)

* pigmentada não é somente pele morena ou negra, mas com qualquer tipo de mancha, como melasma, sardas, melanoses, etc)

– ENRUGADA (Wrinkled – W) x FIRME (Tight – T)

Combinando cada um destes parametros chegamos a 16 tipos diferentes.

Por exemplo: Pele seca (D), sensível (S), pigmentada (P), com tendencia ou com rugas (W) – DSPW

ou pele oleosa (O), resistente (P), não pigmentada (N) e firme (T) – OPNT

e assim por diante…

Isto pode parecer confuso, mas entender o seu tipo de pele, pode ajudar a escolher melhor os produtos que usa, e o tratamento ideal para sua pele. Explica, por exemplo, porque uma pele oleosa (O) e sensível (S) apresenta tanta descamação com um tratamento com ácido retinóico, por exemplo, cujo objetivo é diminuir a oleosidade. Em alguns casos é necessário interromper o tratamento.

Desmente aquele folclore que pele seca envelhece mais cedo, enquanto a oleosa é mais resistente. Quem tem uma pele OSPW, precisa usar produtos para previnir ou tratar as rugas, controlar ou pelo menos não piorar a oleosidade, clareadores, e ainda cuidar para que não ocorra irritação, por ser uma pele sensível.

Deem uma olhada no artigo da Dra. Leslie Baumann aqui, e aqui uma tradução literal: http://dermatologia.kabunzo.com/2008/01/14/por-que-16-tipos-de-pele/. E na próxima vez que forem ao dermatologista, vocês poderão contribuir muito, e sair com um tratamento completo.

Falando nisso, minha pele é ORNT,  e a de vocês?
Conseguiram chegar a alguma coclusão? Baseado nisto, descobriram se estão usando algum produto errado? Se ficaram em dúvidas tem um teste on-line aqui

Ou então, é só perguntar.

Beijos

Pele oleosa, cravos, poros, etc

Tenho notado nos comentários que essa é uma dúvida recidivante. Vou dar uma geral neste assunto e de acordo com as dúvidas nos comments nós vamos complementando. (Também para o post não ficar muito grande pois dá preguiça de ler, não é mesmo?).

Vamos começar com a OLEOSIDADE.

Em primeiro lugar, pele oleosa é genético. Não vai ter produto nenhum no mundo que mude isto para sempre. Isto quer dizer que o cuidado é frequente.

Fatores que pioram:

– no verão – aumenta a tranpiração e a produção de óleo

– produtos oleosos como hidratantes, filtro solar e maquiagem impróprios.

– lavar muito o rosto. Isto mesmo! Se sua pele é oleosa para o seu organismo o “normal”  é assim. Sempre que você ressecar a pele, principalmente com sabonetes, ocorre uma tentativa de compensar isto, aumentando a produção de óleo. (Fora que isto faz os cravos aumentarem também)

Alimentos? Até hoje não tem comprovação que algum alimento piore a oleosidade.

Como amenizar o problema?

Existem produtos “sebo-reguladores”, mas eu acho que só funcionam em casos mais leves. Exemplos: Effaclar K, Epidac SR, Neutrogena limpador Deep Clean.

Nos casos mais intensos, eu sempre prescrevo algum medicamento que ajude a controlar a produção de óleo. Geralmente os que chamamos de retinóides ou derivados ou similares, que pode ser tópico ou via oral, dependendo da gravidade. Estes, somente com receita do dermatologista.

Um sabonete que ajude a diminuir a oleosidade e com ação anti-séptica, para diminuir a “população” de germes. Os melhores são os que tem enxofre e ácido salicilico na composição, mas têm o cheiro h-o-r-r-í-v-e-l !! Alguns laboratórios conseguem atenuar essa “fragrância”. Exemplos: Salder S, Sastid, Salisoap, Dermax (não necessariamente “atenuados”). Mas existem outros para pele oleosa sem o fedor do enxofre. Exemplos: Cetaphil sabonete liquido, Normaderm gel de limpeza, Effaclar gel de limpeza, Epidac e vários outros que voces também devem conhecer (por ex. Neutrogena, Natura, O Boticário e outros também tem sabonetes para pele oleosa ou com tendencia a acne).

Nossa, o post já está enorme. Vou falar dos poros e comedões (cravos) em outro post. Aguardem!!

Vou pedir a colaboração de vocês para ajudarmos todo mundo. Façam perguntas, coloquem no post o que voces já usaram. Como não é uma “doença’ podemos dar bastante dicas de produtos, receitas caseiras e tudo mais que voces quiserem…

Beijos

Bookmark and Share



Chocolate dá espinha????!!!!!

Se voce espera ler pela enésima vez que não existe prova científica que algum alimento seja a causa da acne, vá até o final. 

Há algum tempo atrás li algo sobre um estudo no qual estavam tentando provar a relação entre a ingestão de carboidratos e o aparecimento de acne. Neste estudo estavam “testando” alimentos tipo pão, macarrão, etc. Não me lembro onde eu li, para citar a fonte correta.

Recentemento no Meeting (Congresso) da Academia Americana de Dermatologia, foi apresentado um estudo novamente relacionando carboidratos com acne. Segundo o pesquisador, foi observado que índios do Paraguai e de Nova Guiné (acho que é isso mesmo…) não têm espinhas. Observaram que esses grupos têm uma dieta com pouco açúcar (hipoglicêmica).

A partir disto, eles desenvolveram um estudo, onde algumas pessoas fizeram uma dieta hipoglicemica e viram o que acontecia com a acne. Além de perder peso, os felizardos diminuiram o numero de lesões de acne.

Se este for o seu caso, tem acne e está com alguns quilinhos sobrando, não custa tentar, neam?

Talvez futuramente vamos ter que dizer que sim, chocolate dá espinha, sim, não por causa da gordura, mas por causa do açúcar. Mas isto, por enquanto, são interrogações. E enquanto isto não acontece, aproveite seu chocolate, com muito cacau (mais amargo), por favor, porque chocolate bom tem que ter muuuuiiiito cacau.

Beijos e bom chocolate.