Qual protetor solar é mais indicado para sua pele ou a importância da proteção UVA

sunOuço essa pergunta em grande parte das consultas. Quase sempre acompanhado de …” que não seja muito caro?”

Hoje o que eu mais olho na prescrição de um protetor solar é a sua proteção contra os raios ultravioleta A (UVA).

Quase todo mundo baseia sua decisão de compra, além do preço e da cosmética do produto (cheiro, oleosidade, etc), no FPS (fator de proteção solar), aquele número que vem impresso bem grande na embalagem, por exemplo Sundown FPS 50.

Este número significa a proteção contra radiação ultravioleta B (UVB), que é principal responsável pela queimadura solar (vermelhidão e ardor).

Então quanto maior o FPS teoricamente mais tempo você pode ficar ao sol, sem ficar vermelho e ardendo.

Mas, na prática, um protetor FPS 60 não confere o dobro de proteção de um protetor FPS 30. Qualquer um dos dois deve ser reaplicado em intervalos de aproximadamente 4 horas (está é minha recomendação para o uso no dia-a-dia, como nosso sol é de rachar, na praia ou piscina, eu recomendo  a cada 2 horas).

Abre parênteses

Assim, compensa comprar um protetor com FPS > 30?

Sim, porque não aplicamos o protetor na quantidade adequada. Existem estudos que mostram que uma camada fina de protetor reduz o FPS para 1/3 do valor original. Neste caso, o FPS 30 vira 10 e o FPS 60 vira 20 e o FPs 90 vira 30. Mas voce pode resolver isto aplicando uma camadinha mais grossinha.

Fecha parênteses

Mas estudos recentes mostraram que a UVA é tão ou mais nociva que a UVB, causando câncer e envelhecimento. Quer dizer, um bom filtro solar deve conferir alta proteção contra UVA  e UVB.

Mas se você olhar o rótulo de todos (ou pelo menos a maioria) lá estará escrito “proteção UVB/UVA”.

O problema é que grande parte dos produtos existentes no mercado tem uma proteção UVA de curta duração. Porque a maioria dos filtros UVA, por ironia,  se inativam quanto expostos ao sol (fotoinstáveis), alguns em minutos, e isto não vem escrito no rótulo.

Quando voce usa um protetor FPS 50, por exemplo, voce consegue ficar ao sol até umas 4 horas, sem ficar vermelho ou ardendo. Mas se neste periodo voce não reaplicou o filtro, pode ter ficado umas 3 horas recebendo radiação UVA, ou seja, envelhecendo sua pele, manchando e aumentando seu risco de câncer de pele!

O que fazer então?

Consultar seu dermatologista, é claro!!!

Ele vai te indicar um filtro com adequado proteção UVA.  Pode ser que não seja tão “sequinho” como você gostaria, mas pode ter certeza que é o mais adequado.

Basicamente, os filtros UVA de longa duração são o Tinosorb S  e M (proteção UVA e UVB de longa duração – o fabricante Ciba, cita …”horas”) presente em protetores como o Eucerin, os da Roc, linha Sunmax, Episol (?), por exemplo.

E o Mexoryl (UVA de longa duração, segundo o fabricante L’Oreal mais de 90% de proteção após 24hs (!)), presente nos filtros da Loreal e da La Roche Posay – Linha Anthelios.

Nossa, como sempre, mais um post enorme.

Com certeza voltaremos a falar mais sobre isto.

Beijos

You May Also Like

44 thoughts on “Qual protetor solar é mais indicado para sua pele ou a importância da proteção UVA

  1. Olá. Já usei várias marcas de protetores e bloqueadores e gostaria de deixar aqui algumas poucas dicas. Abaixo listei alguns dos quais me lembro e o efeito em minha pele. Todos eles tem preço bem em conta (+ ou – vinte reais os que tem fps 20).

    Les Cosmètique: comprei no Carrefour o fps 20. Por ser um produto próprio deles o preço estava em conta. Conheci este produto no começo de 2004. O cheiro dele não era tão enjoado e ornou bem com a pele do corpo. A linha deve ter sido descontinuada, visto que não vi mais à venda no Carrefour.

    Davene: excelente filtro solar (o fps 20) além de ter um odor característico da Davene. Lembro-me de que ele dava uma sensação bem agradável e, logicamente, hidratando a pele (característica típica da Davene). Usei no final de 2005. Embora tenha mudado de marca, continuo usando o creme de aveia Davene para o rosto (p/ pele oleosa – o de tampa azul claro).

    Sunless: a embalagem tem cara de protetor sem qualidade, mas até que achei razoável. Tem o fatídico cheiro de piscina, mas protege bem. Usei o fps 15 na época em que o conheci (por volta de 2003). É o tipo de protetor que, quando não tiver outro, “este serve”. Mas considero o Cenoura&Bronze (fps 30) 10 vezes melhor do que ele.

    Coppertone: gordurento, não gostei. Passa a régua.

    Sundown: cheiro extremamente forte. Quando eu morrer aposto que a primeira coisa que me virá a lembrança desta vida mundana é o protetor da Sundown. Vocês não imaginam o zilhão de gente que sempre falava bem deste protetor. Resultado: como dizia Millor Fernandes – “Toda unanimidade é medíocre”. Só compre esta marca se vc quiser se exibir pras pessoas pra mostrar que tem dinheiro pra comprar “uma coisa que presta”. Isso se pertencer às pessoas desavisadas e que não conheçam marcas como Episol e La Rouche.

    Nivea: gorduroso. Conseguiu ganhar do Sundown em relação ao cheiro. Achei horrível, apesar das propagandas que também ouço a respeito. Me causou cravos quando o usei (por volta de 2007). Minha mãe me deu de presente um com fps 15. Falei pra ela dos cravos e do cheiro enjoativo e ela respondeu: antes este do que nenhum. Joguei fora e preferi o nenhum. Ao menos os cravos diminuíram.

    Phytoervas: Usei em meados de 2008. É o protetor com o odor mais agradável em comparação a todos estes que estou mencionando aqui. Além de ser livre de Parabenos, tem um efeito de segunda pele (Phyto Cell Safe). Na embalagem diz que tem 90% de proteção UVA e fps 50. Adere fácil à pele e, como fazia parte de um kit de 2 em 1, o outro produto era o pós sol de aloe vera – também muito bom ( o preço, então, melhor ainda).

    Marchetti: bem espesso e muito bom, inclusive no odor. Adere bem à pele. Usei o fps 30.

    O Boticário: consistência nem tão aquosa como o Nívea e nem tão espessa como o Sundow. É de ótima qualidade, é absorvido bem, tem fórmula que protege o DNA da pele e tem preço compatível com o mercado (um milagre, já que O Boticário costuma abusar dos preços). Foi a partir daqui (final de 2010) que comecei a usar protetor específico para o rosto(fps 50, também O Boticário).

    L’oréal: pronto! Enfim acertei um que, além de ser muito bem absorvido, não deixa cheiro, brilho e não provoca cravos. Uso atualmente o L’oréal Dermo-Expertise UV PERFECT – Hidratante Protetor Avançado Fps 30 / UVA +++. Agora este produto tem para peles específicas (o que uso é pele mista a oleosa).

    Poxa, dá até pra montar um currículo de protetores solares, mas creio que consegui explicar bem. Antigamente eu achava os preços dos protetores caríssimos, principalmente os protetores faciais. Depois de ver minha sobrinha em carne viva e meu irmão com câncer de pele em decorrência do não uso do protetor, eu passei a usá-lo. As pessoas diziam que esse negócio de proteção solar era enganação para que as empresas ganhassem dinheiro em cima. Por experiência, sei o quanto é necessário o uso e recomendo. É isso!

  2. O q eu faço para proteger minha pele do sol,se eu tenho alergia a protetor solar!
    E estou usando uma pomada para acne e ñ posso ficar espoxta ao sol?

  3. Boa tarde, Dra. Beatriz e a todos os leitores.

    Tenho a pele oleosa e resolvi experimentar o episol water gel 30 e estou gostando, não deixa a pele com aspecto gorduroso e nem brilhoso. A minha duvida e que andei pesquisando a respeito do benzophenone 3 e descobri que e uma substância altamente cancerigena presente em diversos protetores solares, entretanto neste que uso encontrei o benzophenone 4, mas não consegui achar nenhuma informação sobre ele. Gostaria de saber se e uma substância perigosa e se for, qual seria o recomendado sem que houvesse essa substância. Agradeço muito a atenção de todos.

  4. Pessoal,

    Pesquisei mais, na internet, sobre essa coisa da proibição de comercialização. Entrei no site da ANVISA, digitei o CNPJ da empresa, e constatei que já há registro na ANVISA.

    Abraços!

  5. Olá,

    Gostaria de dizer que adorei este site! Há tempos buscava boas informações sobre filtros solares, e finalmente encontrei.

    Dra. Beatriz, esclarecedoras, para mim, as informações sobre os componentes fotoestáveis, como o Tinosorb.

    Bom, o meu problema é o de todos. Pele muito muito oleosa + dificuldade de achar um filtro diário adequado ao meu tipo de pele. Já tentei quase tudo: La Roche, Episol, Ansolar, SunMax, Vichy, entre outros. Começo aplicando e desisto, porque me dá espinhas.

    Mas na última vez que fui fazer limpeza de pele, a estecista me mostrou um tal “Skinblock”, da Derms, que ela tinha recebido sob a forma de algumas amostras grátis. Disse que não conhecia, ams que eu levasse para casa e experimentasse. Experimentei e gostei muito. Não é conhecido. Aqui vai o link, para quem quiser dar uma explorada:

    http://www.derms.com.br

    Bom, eu estava prestes, já, a comprar o produto(“SkinBlock Acqua FPS 35”), na drogaria, quando me deparei com este site. Claro que fui checar a formulação desse produto, e vi que não tinha o tal “Tinosorb”. Portanto, gostaria de colocar, aqui, a composição dele e saber se o produto apresenta outros bons fotoestáveis que lhe assegurem confiabilidade, pode ser? Lá vai:

    Composição do SkinBlock:

    Aqua/ Cyclopentasiloxane/ Dimethicone Crosspolymer/ Dimethicone/ Laureth-23/ Laureth 4, Acrylates Copolymer, Mathylisothiazolinone/ Phenoxyethanol, Caprylic/ Caprylic/ Trygliceride, PEG-12 Dimethicone, Diethylamino Hidroxybenzoyl Hexyl Benzoate, Ethylhexyl Triazone, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Aminomethul Propanol, Styrene/ Acrylates Copolymer

    Ufa, cada nome..rs

    Bom, essa é uma dúvida. A outra dúvida é que encontrei, na internet, esse produto, dentro de uma lista de produtos publicada pelo Diário Oficial da União, como produtos “proibidos de serem reproduzidos e comercializados”. O link, para quem quiser ver (é só digitar no espaço para busca o nome do produto- SkinBlock), é este:

    http://www.anvisa.gov.br/Legis/suplemento/070108_suplemento_1.pdf

    Enfim, Dra. Beatriz, a sra. sabe dizer o que isso significa? Corro algum risco usando este produto?

    Bom, essas são as dúvida.

    Desculpe o tamanho..rs
    Obrigada,
    Lídia.

  6. Olá, gente achei um protetor perfeito para meus exagerados medos de sol.já li tudo sobre. Achei o Normalize da ADA TINA Li que que ele atinge a maior onda critica de proteção UVA.Como tenho história na família de cancer de pele, isso é muito importante pra mim.Sei que na Austrália há um grande numero de cancer de pele e esse protetor segue a legislação de lá.agora . como tb tenho alergias a perfumes, acho importante ele não ter essência, nem corantes.mais o que achei mais legal foi que não velo neessidade de ficar reaplicando de duas em duas horas. acho isso um saco.O fabricante garante 12 horas de proteção, mesmo que reaplique de 6 em seis já é uma vantagem maravilhsa, e quem tem que fazer isso sabe.

    1. Paulo,
      quanto a proteção ele é ótimo, só não confio nas 12 horas, pois estes testes são in vitro e não levam em consideração a quantidade que voce aplica, atrito de roupas, transpiração, etc. E também não é sem perfume, pelo contrario ele é muito perfumado, e eu particularmente acho o cheiro dele horrivel.
      Beijos

  7. Olá Dra.Beatriz,

    Gostaria muito saber se os protetores minerais
    protegem a pele dos UVA ?
    E se eles tbém têm que ser reaplicados a cada duas horas?
    Os protetores químicos podem causar danos a pele
    a longo prazo?
    Nossa qta dúvida.

    bjsssss, Ana Lúcia

  8. Dr° Beatriz, estou voltando pra falar sobre o resultado da pele: bem….no dia que usei o cetaphil achei que escureceu um puquinho a pele, mais na testa e queixo como se estivesse bronzeada, não usei mais, usei só o minesol, depois de 2 dias voltou o normal.

  9. Obrigada pela resposta Joana!
    Eu tenho a impressão que o Ansolar60 é meio de lua na minha pele, uns dias gruda pra valer, em outros nem tanto. Já o Anthelios 60 (ext fluide) funcionou superbem, deixou a pele sequinha, mas eu senti um leve ardor perto da região do olhos – tenho q usar mais vezes pra saber de verdade.
    Mas tô morrendo de vontade de provar o Ansolar30, vou de capsula então! Valeu, bjs

  10. Ah, outra coisa interessante sobre o Ansolar 30.

    (gente, juro que não sou garota-propaganda da Stiefel, risos)

    Eu comprava aquele em cápsulas por falta de opção e agora que voltou o de bisnaga, comprei. Mas achei diferente e mais oleoso. Então, recomendo o de cápsulas, apesar de ser menor prático e, comparando quantidade com preço, um pouquinho mais caro.

  11. Juliana,
    O Cetaphil é 50″plus”. No caso da medida UVA falamos em “cruzes”. Uma cruz (+) fraco, tres cruzes (+++) forte. É muito usado na medicina este tipo de quantificação empírica. Segundo o representante é melhor que cinquenta mas não chega a 60, mas não sei se é isso mesmo. No Cetaphil vendido no EUA não tem o Plus. Tem um Anthelios que é FPS 50plus (mas se considerarmos que Galderma e La Roche Posay são filhos da mesma mãe – Loreal; deve ser a mesma coisa)
    depois conta pra gente o que aconteceu, se voltou ao normal.
    bjos

  12. Valeu, dra! vou no Ada Tina 30 então. Mais uma tentativa de encontrar um filtro à altura do Actif, rs. Mas o cheiro realmente é enjoativo :/.

  13. Dr° Beatriz,percebi que a minha pele depois de ter usado o cetaphil defense parece estar meio escura, não falo de manchas não, é uniforme como se eu tivesse bronzeada, isso seria possível? estranhooooo, isso não acontece quando uso o minesol, fiquei com medo, não vou mais usar. Eu sou branca, achei que eu fiquei um tom acima. Uma dúvida: (50+) quer dizer FPS 50 pouca proteção UVB? quanto mais mais sinais de (+) mais proteção não é isso? Será que estou errada? Seria possível ter acontecido isso por causa do filtro? e outra dúvida: Quando uso o minesol 30 consigo me intupir de protetor (passo muito mesmo), pq ele não fica oleoso, e no 50 passo pouquinho pq deixa a pele mais oleosa igual a pastel, então seria melhor eu continuar com o 30 que eu consigo passar muuuito, do que o 50 mau passado não é?
    Acho que vou continuar com o meu minesol. Li sobre o Tinosorb e parece que ele protege bem na parte UVA. Acho que tive alguma reação contrária ao cetaphil? Bem…..é isso, que complicação!!!! O que acha? obrigada! abraços!!!

  14. Oi Beatriz,

    eu tenho os dois, risos.

    O Ansolar 60 é bem, mas bem líquido, lembra aquele da La Roche 60, e também é oleoso e deixa o rosto brilhante. Eu uso ele nas mãos e no buço, porque tenho melasma, então dou aquela passadinha por baixo do 30 só pra garantir, sei lá, né?

    Provavelmente eles não conseguem fazer um protetor 60 com o mesmo veículo do 30, ou fariam. Pois ainda não vi um protetor tão comentado quanto o Ansolar 30. No meu trabalho virou uma febre.

    Mas eu volto a dizer (já disse em outro post) que a maior vantagem do Ansolar (30 e 60) é que ele não arde e não irrita a minha pele, que é hiper sensível e sensibilizada pela tretinoína. Eu passo sem medo, inclusive na área dos olhos.

  15. Olá Dra, olá Joana, Jussara! (Todo mundo, hehehehe)
    Minha pergunta é exatamente ao contrario da sua Joana!
    Não encontrei o Ansolar30, então comprei o 60, e só consigo usar se passo uma camada de Normaderm por baixo, e olha lá… E a minha pele não é oleosa – é mista, e hj, como calor que tá em SP, não segurou bem…
    Eu ia perguntar se alguém já tinha experimentado as duas versões pra saber se a textura é parecida. No entanto, o sensorial sempre sai perdendo qto mais aumenta o FPS, como disse a dra, então, eu tlvz tenha mais sorte com o 30.
    Jussara, eu consegui terminar o meu Normalize30 por teimosia mesmo, o cheiro é insuportável – eu não senti a pele ficar oleosa, mas a textura ficou meio estranha tbm – como se ficasse “pegando”.
    O Minesol foi interessante, não foi perfeito, mas funcionou bem.
    Tenho pensado em tentar o UltraSheer da Neutrogena, com HelioPlex, mas tenho medo de alergia… Alguém já usou?

  16. Joana
    existe o Ansolar FPS 60, mas nunca testei, não sei te falar se é a mesma textura, mas com certeza deve ser mais oleoso (quanto maior o FPS mais oleoso). Se experimentar conta pra gente, bjos

  17. Juliana,
    a proteção do Cetaphil é excelente, as vezes eu acho que a proteção do Mexoryl é melhor que a do Tinosorb (mas é só um “acho”, para falar isso precisamos de um estudo comparativo). Mas com certeza, todo produto com Mexoryl é mais oleoso. Talvez porque ele seja um produto europeu e lá oleosidade não é um problema. Eu penso que você vai ter que continuar procurando seu protetor ideal. Sugestões? O Minesol 60 Actif – não é tão seco quanto o 30, mas é menos oleoso que o Cetaphil; Anthelios 60 fluido e Anthelios AC 40 – são mais oleosos que o Minesol 30 (mas quem não é?) mas tem o Mexoryl. O 60 fluido é mais oleoso e o AC 40 tem um produto para “secar” o óleo da pele, fica oleoso na hora que passa mas após alguns minutos a pele tá sequinha.
    Se testar algum depois conta pra gente como foi. Boa sorte!
    Jussara,
    o Normalize 30 é bem sequinho, acho que é comparável ao Minesol 30 Actif, só o cheiro…
    Beijos

  18. Eu uso o Minesol Actif, como já disse aqui no post sobre ele. Até hj estou tentanto trocar pois desconfio que ele me causa manchas, mas não encontrei um que fosse tão seco quanto.

    Tb detesto o cheiro do Ada Tina!! usei o 60 Nomalize, mas achei oleoso, detestei a textura! Não sei se o 30 é mais seco que o 60. A sra. achou o Ada Tina 30 tão seco quanto o Minseol Actif, dra.?
    Grata.

  19. Meninas com pele oleosa,

    eu tenho uma pele de amargar de tão oleosa e depois que usei o Ansolar 30 (mesmo que eu prefira os de fator 60), nunca mais consegui nem pensar em mudar. Amo, a textura é única e o rosto não brilha de jeito nenhum.

    Além do mais, facilita a maquiagem e deixa a pele hidratada.

    Meu sonho.

  20. Meu pai eterno, como o cetaphil defense é oleoso, acho que não vou conseguir usar, o misesol tem tinosorb, será que troquei r$ 1,00 por duas de R$0,50??? RSRSRS sei não, a pele fica oleosa de mais mesmo eu usando o pó translúcido, o que eu faço continuo com o minesol actif ou ou cetaphil? responde.PLEASE!!!

  21. Dra Beatriz, que bom esse post, essa semana quase não durmi com uma dúvida cruel, e ontem eu me decidi. Eu tenho rosacea, ou seja uma minha pele não tolera nem um pouco o sol, eu usava o photoderm 100, mas ela me deixava com a pele ardida e muuuuito vermelha, então comprei o minesol actif FPS 30 o que deixa a pele bem sequinha, ele me protegia bem, mas percebia que mesmo dentro de casa eu necessitava de boné, moro no 3° andar e minha casa é cheia de janelas de vidro que faz com entre muito sol dentro de casa, usei 2 meses, não sentia que queimava não, mas acha uma sensação estranha no rosto como se não estivesse totalmente protegida, as vezes dói a pele, e quando eu saia de casa, mesmo com o boné fashion que eu comprei tinha que sair correndo pra casa, sentia que tava levando uns tapas na cara. Ontem depois de muita pesquisa sobre o Cetaphil Defense resolvi comprar, a sensação de desprotegida passou totalmente, estou até sem usar o boné, pesquisei que nesse filtro solar tem dois agentes importantíssimos para o UVA que são: Meroxil SX e Meroxyl XL, foi o jeito eu comprar, ele deixa meio oleoso se comparado ao minesol, mas o benefício supera, depois de passar esse protetor eu passo um pó da Racco que tem vitamina A , absorve a oleosidade muito bem e tem filtro solar. O que acha da minha decisão?

  22. Cheguei a usar um protetor solar da Loreal em creme, mas achei oleoso demais, este que vc me indicou “linha da Loreal, o Solar Expertise, que tem Mexoryl”, é oleoso? Gostaria de um que não fosse.
    Obrigada pela atenção.
    Dany

  23. Oi, Dra. Beatriz! No site da J & J está escrito sobre o Sundown “comum”:

    “UVA + UVB Balanceado: Garante uma maior e mais eficaz proteção UVA (…)”. Acho que com o termo “UVA + UVB Balanceado” a J & J quer dizer que o PPD (que não é fornecido) do produto é de pelo menos 1/3 do FPS.

    “Proteção Prolongada: Mantém o mesmo nível e eficácia contra os raios UVA e UVB durante todo o tempo de utilização do produto.” Ou seja, com isso a empresa quer dizer que o produto é fotoestável.

    Aqui vão os filtros solares usados no produto (no caso estou pegando a composição do Sundown FPS 20, mas todos eles são feitos com os mesmos filtros):

    Ethylhexyl Salicylate: filtro UV-B.

    Benzophenone-3: filtro UV-B e contra alguns (somente alguns) UV-A.

    Butyl Methoxydibenzoylmethane (também chamado de Avobenzone ou Parsol 1789: a Avobenzone é um dos poucos filtros que protege contra todos os UV-A. O problema é que ela é muito instável quando usada sozinha ou em formulações inadequadas. A solução que a J & J encontrou foi estabilizá-la com uma substância chamada octocrileno, além de um solvente patenteado pela marca.

    Octocrylene: filtro UV-B. Ajuda a estabilizar a Avobenzone.

    Bis-Ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine: é sinônimo de Tinosorb S (Tinasorb é o nome comercial). Como já disseste para nós, o Tinosorb é considerado fotoestável e muito efetivo contra os UV-A. O Tinosorb tb protege contra os UV-B. De acordo com os químicos e farmacêuticos, é uma maravilha formular protetores com Tinosorb (com uma baixa concentração desse filtro já se atinge um FPS e um UV-A altos). O único senão é que o Tinosorb ainda não foi aprovado pelo FDA. É que nos US protetor solar é considerado um medicamento de venda livre, e não um cosmético – isso faz com que a aprovação de novos filtros solares demore muito. Ainda tem uma história de que o FDA está demorando tanto para aprovar o Tinosorb por fatores políticos (o Tinosorb é produzido por laboratório europeus, e não americanos). Mas isso já é especulação, não sei se isso é verdade. De todo o modo, excluindo os US, o Tinosorb foi aprovado por países de quase o mundo inteiro. Foi aprovado inclusive no Canadá, União Européia etc.

    Titanium Dioxide: filtro inorgânico (tem gente que chama de físico ou mineral). Protege contra os UV-A e UV-B. Filtros inorgânicos são considerados fotoestáveis por si porque eles não “quebram” em contato com a luz. E tb não são absorvidos pela pele.

    Aqui tem a composição completa do produto: http://www.jnjbrasil.com.br/apresentacao_produto_detalhe.asp?produto=114

    Esses artigos mostram algumas dessas coisas que acabei de escrever:

    1 – “Advances in Photoprotection”

    http://www.medscape.com/viewarticle/580643

    (Se clicares no link talvez seja pedido uma senha, mas se digitares no Google “Advances in Photoprotection”, irá aparecer um artigo do site MedScape. Acessando pelo Google não precisa de senha para entrar, hehe)

    2 – “An update on sunscreen”

    http://74.125.47.132/search?q=cache:1T2uDzyogqYJ:idinchildren.com/200806/pharmconsult.asp+%22an+update+on+sunscreen%22&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=1&gl=br

    3 – “Update on Sunscreens”

    http://www.skintherapyletter.com/2008/13.6/2.html

    Leio algumas revistas de química e sempre quando se tem alguma reportagem sobre filtros solares os químicos que formulam cosméticos reclamam o quanto é difícil formular um excelente protetor solar, hehe (ainda mais quando a textura é levada em consideração). É até por isso que eu não confio em protetor manipulado. Muito embora as farmácias de manipulação possam comprar bases prontas de grandes laboratórios, depois que se adiciona outros ativos eu duvido que a farmácia de manipulação tenha condições para testar se a fotoestabilidade não foi alterada.

    Beijo.

  24. Pedro,
    na verdade não existe ainda a medida ideal de proteção UVA. A maioria dos métodos usa pelo menos uma parte ‘in vitro’, já que os danos causados pela UVA levam, as vezes, anos para aparecerem. Isto dificulta os testes.
    E para piorar não existe uma padronização como voce viu.
    O PPD deve ser de no mínimo 1/3 do FPS, ou seja FPS=30, PPD=ou > 10.
    Além disso acho que deveria vir no rótulo também o TEMPO de proteção. A maioria dos protetores tem proteção UVA/UVB, mas as vezes é dificil saber se este filtro UVA é estável, ou seja duradouro. Assim um protetor UVA +, tem uma concentração baixa de tinosorb, por exemplo, ou tem outro filtro UVA, tipo avobenzona, que vai durar por 1 hora, em média?
    Por isso eu opto por fatores mais altos. (PPD, +++, 90%???).
    Ainda não estamos no ideal mas já é um começo.
    Daniela,
    Não conheço este especificamente, mas a Nívea usa este padrão de porcentagem, neste caso 90%, não sei te falar qual filtro ele tem. Tem uma linha da Loreal, o Solar Expertise, que tem Mexoryl, aqui onde eu moro eles são bem em conta, preço de Sundown, sem cheiro de Sundown.
    Por falar em Sundown, Pedro, voce disse que o Sundown tem proteção UVA (“…Poxa, até Sundown, que é relativamente barato, tem filtros solares que protegem contra todas as faixas da radição UV-A…”), você sabe qual filtro tem no Sundown? Eu digo a linha “recreativa”, não a linha Beauty, ou seja o Sundown comum mesmo. Eu procurei no site mas não fala nada.
    Beijos a todos

  25. OLÁ!!! ÓTIMO POST, COMO SEMPRE!!! GOSTARIA DE UMA INDICAÇÃO SUA, NO ROSTO USO O NIMESOL ACTIVE, MEU ROSTO É MUITO OLEOSO E ADORO. QUAL PROTETOR SOLAR VC INDICARIA PARA USO DIÁRIO PARA OS BRAÇOS E PARTES EXPOSTAS, O SOL AQUI NA MINHA CIDADE É DE RACHAR!!! GOSTARIA DE UM QUE NÃO FOSSE MUITO OLEOSO E QUE TIVESSE UMA BOA PROTEÇÃO CONTRA UVA E UVB. O QUE VC ME FALARIA DO Bloqueador Solar Nivea Sun Light Feeling FPS 30( A fórmula não É gordurosa e TeM rápida absorção, Proteção contra a radiação UVA/UVB, prevenindo a formação de rugas e manchas solares). SE TIVER UMA BOA SUGESTAO, FICAREI GRATA!!!
    bJS
    DANY

  26. Oi. O que notei é que a Stiefel está colocando o grau de proteção UV-A nos protetores solares que a marca vem lançando (como o Ansolar). Por exemplo: o Ansolar é FPS 30 e oferece “UV-A +++”. Na linha Spectraban também tem um protetor com FPS 30 (não me lemdro do nome, são tantos, hehe), porém, seu é “UV-A ++”. Pelo que me informei, “UV-A +” significa baixa proteção contra os UV-A; “UV-A ++” significa média proteção contra os UV-A e “UV-A +++” significa alta proteção contra os UV-A. Algumas empresas, como a Shiseido, usam o termo “PA” (+, ++ ou +++, que significa a mesma coisa). Quando se usa esses sinais positivos é porque a empresa usuou a metodologia japonesa para medir o grau de proteção UV-A, que é considerada confiável porque leva em consideração tanto os testes in vitro quanto in vivo. Algumas empresas usam a metodologia australiana para medir os UV-A. Isso ocorre quando está indicado no rótulo a proteção contra os UV-A em forma de porcentagem. Por exemplo: a Nivea tem um protetor que é FPS 50 e oferece 90% de proteção UV-A. Essa metodologia não é considerada tão boa porque a proteção UV-A por essa metologia só é testada in vitro, o que muitas vezes não corresponde à prática. Mas é melhor do que não usar nada para indicar o proteção UV-A, hehe. Existe ainda a metodologia européia para medir o grau de proteção UV-A, o “PPD”. Essa é considerada a mais confiável de todas (não sei o porquê). A La-Roche Posay, Vichy e Photoderm são exemplos de marcas que informam os respctivos “PPD’s” de seus produtos. O máximo que já vi é PPD 35, que é o PPD do Photoderm FPS 100. A La-Roche Posay também oferece protetores solares com PPD altíssimo (comparando com que existe no mercado).

    Beijo.

    P.s: se é SC não ficasse tão longe de MG eu seria teu paciente! [:)]

  27. Tatiana,
    Opinião pessoal, eu acho o Minesol Actif mais sequinho que o Anthelios AC. De uma olhada no comentário do Pedro sobre o gel. As vezes abrimos mão de prescrever um protetor mais seguinho em nome de uma proteção melhor.
    Angélica,
    estou usando o Normalize, só que FPS 30. Achei muito bom, bem sequinho, mas não gostei do cheiro (acho horrível meeeeissssmo). O FPS 60 também é perfumado?
    Joana,
    dê uma olhada neste link do fabricante do Tinosorb.
    http://www.ciba.com/index/ind-index/ind-per_car/skin_care___sun_care_actives/tinosorb-registered-_uv_filters.htm
    Se voce entender de quimica, ou alguem, e puder explicar melhor o gráfico (há!). Mas pelo que eu entendi o Tinosorb M protege contra toda a UVA (vai até 400nm), e o Tinosorb S para um pouquinho antes. Mas o que será o “E”? Energia? Também não entendi.
    Mas lá tambem fala que o Tinosorb S é o mais eficiente filtro UVA de amplo espectro. Eu penso que um Tinosorb ta bom, por enquanto. Se eu descobri mais alguma coisa, eu post, ok?
    Se alguem souber, conta pra gente.
    Pedro,
    Pelo que eu sei, a linha Sunmax ficou no lugar da, já consagrada Spectraban, justamente com a diferença de ter melhor proteção UVA. Assim, a diferença entre o Spectraban T e o Sunmax Color Base seria que o Sunmax tem o Tinosorb (não sei se mudaram o Spectraban depois disso), já que cosmeticamente eles são parecidos. Alguns fabricantes vem mudando seus produtos aos poucos, como aconteceu recentemente com o Episol. Não sei te falar se este é o caso do Sunmax Acquagel.
    Quanto ao Hidrafil, parece que está abandonado, provavelmente vai virar OTC, se já não virou, como o Spectraban. Não acredito que irão mudar a formula, a não ser que vão mudar de todos.
    De qualquer forma, valeu pelo lembrança, vou entrar em contato com a Stiefel para questionar isto. Qualquer novidade eu informo aqui.
    Beijos

  28. P.s: no comentário que fiz anteriormente, estava me referindo apenas ao SunMax Acquagel FPS 20 (muito embora o comentário também seja válido ao Hidrafil FPS 20, entre outros). Felizmente, diferentemente do SunMax Acquagel FPS 20, vários outros protetores da marca contêm filtros solares considerados excelentes contra os UV-A. É o caso do Ansolar, SunMax Creme FPS 60, SunMax Sensitive FPS 30 (?) etc.

  29. Obrigado pelo post, Dra. Betriz. O que eu não entendo é por que alguns (felizmente são epenas alguns mesmo) dermatologistas não se preocupam em receitar protetores solares que protejam adequadamente contra os UV-A. Por exemplo: a Stiefel produz o SunMax Acquagel. Os ativos desse filtro são esses:

    – Phenylbenzymidazol Sulfonic Acid (filtro contra UVB e apenas contra algumas ondas de UV-A);
    – Benzophenone-4 (idem ao filtro anterior).

    De acordo com o FDA, a Anvisa, os fabricantes dessa matérias primas e até a própria Stiefel, nenhum dos filtros que são usados no SunMax Acquagel FPS 20 protegem contra toda a faixa de radiação UV-A, que vai desde 320 até 400 nm. Poxa, até Sundown, que é relativamente barato, tem filtros solares que protegem contra todas as faixas da radição UV-A. Já a Stiefel, que cobra caro, continua a produzir alguns protetores solares que não contêm filtros que cubram toda a faixa de radiação UV-A. Se o meu dermatologista receitasse um protetor solar que não protegesse contra todos os UV-A, com certeza eu mudaria de dermatologista (a não ser que ele me desse uma justificativa para isso, claro). Às vezes eu penso que basta um grande laboratório fazer uma propaganda bonita em um congresso para que alguns profissionais passem a recomendar o produto propagandeado.

    Abraço,
    Pedro

  30. Olá Drª Beatriz,

    Achei o seu blog através do dia de beauté e adoro tudo o que vc escreve. Minha pele é muuiiiiiiito oleosa e apesar disso, tive poucas espinhas e a minha dermato indicou o Anthelios AC. Nossa, minha pele ficou mais oleosa que pastel de feira e agora apareceram várias espinhas. Estou decepcionada com o produto e agora quero comprar o Minesol Actif. Será que ele tb vai causar esses 2 problemas?
    Bjus!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *